Encontro reúne diversas gerações de ex-alunos CNEC em Pouso Alegre

Evento marca os 60 anos da Instituição, que também será polo de EAD em 2018

As classes de formandos de diversas gerações do Colégio Cenecista Senador Eduardo Amaral participaram, neste sábado (20), do primeiro encontro de ex-alunos. Prestes a completar 60 anos de atuação na comunidade, a CNEC abriu as portas do Colégio para relembrar momentos marcantes e reconectar pessoas que compartilharam histórias na infância e adolescência.

A ideia do encontro partiu dos ex-alunos, incentivados pela figura carismática da Tia Leila Fonseca, hoje secretária Municipal de Educação de Pouso Alegre. “Tudo o que sou hoje, as melhores histórias da minha vida, minha formação e das minhas filhas devo à CNEC. Foi aqui que conheci meu ex-marido e iniciei minha família. É uma honra estar aqui e ver as carinhas de todos que ajudei a formar e agora são pessoas bem-sucedidas”, disse a secretária.

O encontro ocorreu no Ginásio do Colégio, onde foi apresentado o novo diretor do Colégio, Wilson Emerick. A equipe da CNEC Nacional apresentou os novos projetos para o local, que será também polo de Educação à Distância (EAD), com 18 opções de cursos de nível superior, além da tradicional Educação Básica.

Os ex-estudantes participaram no momento “CNEC Nostalgia”, quando dividiram as recordações e contaram sobre o impacto da educação em suas vidas. São professores, psicólogos, empresários, músicos e profissionais de áreas variadas que têm o ensino humanitário como norte.

“O que sou como pai, marido, profissional e pessoa aprendi na CNEC. Devo muito a esse lugar e aos professores que me acompanharam”, disse Rodrigo, ex-aluno, em homenagem à Tia Leila e demais professores presentes.

A turma do primeiro Grêmio Estudantil da CNEC também esteve na comemoração e deixou o recado: “Pegaram tanto no nosso pé. Deu certo!”, afirmaram, arrancando risos e lágrimas emocionadas dos colegas.

Após a cerimônia, que homenageou os ex-alunos e colaboradores, os cenecistas visitaram as salas de aulas onde estudaram e o pátio da recreação, decorado com cortinas de fotos antigas e mesas de jogos à disposição para lembrar os velhos tempos.

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *